Library girl

16 08 2012

Shelving books on the night shift
It takes some time, but I guess I like it
Dewey’s decimals keep me company

Out the window, you are dancing
With those girls who can’t stop laughing
Lip-gloss, too hot, fake-baked drama queens

You were drinking a margarita
I was reading My Antonia
I got to thinking that

I don’t fit inside that world
And I’m not like those other girls
Oh no, I’m not, I think a lot
But please don’t be afraid

Just ‘cause I navigate the media
And use encyclopedias
It doesn’t mean that I don’t need
A boy just like you to talk to

Set my cup back on its saucer
At the coffee shop, reading Chaucer
With my iPod on my favorite track

The girls you’re with get turtle lattes
Decaf, skim-based, extra frothy
But you and I both drink our coffee black

You were talking about ACDC
And I was playing my Puccini
I got to thinking that

Repeat Chorus

You can buy me a margarita
And I will lend you My Antonia
You can take me to ACDC
And I’ll play you my Puccini
It doesn’t matter that

I don’t fit inside that world
I’m not like those other girls
Oh no, I’m not, I think a lot
But you are not afraid.

That I navigate the media
And use encyclopedias
It doesn’t mean that I don’t need
A boy just like you to talk to

REINA DELCID (cantora americana)




À noite na Biblioteca

13 01 2012

Já imaginaste como poderá ser uma noite na Biblioteca? Imagina que os livros ganham vida, as personagens se evadem e se divertem até de manhã. Diverte-te com este vídeo.

Vodpod videos no longer available.





Biblioteca em duas rodas!

26 06 2011
Eu quero uma destas à porta da BECRE! Amei e vocês?

via teaching lieracy





A mais pequena Biblioteca

30 12 2009

Os habitantes de Westbury-sub-Mendip encontraram uma nova forma de lidar com a falta de bibliotecas na sua área: transformaram uma velha cabine telefónica da British Telephones vermelha numa biblioteca com cerca de 100 títulos. A cabine foi comprada pela Junta de Freguesia pelo valor simbólico de £1.00. Os residentes da vila colocaram prateleiras de madeira a toda a volta e doaram alguns dos seus livros, pelo que é possível ali encontrar livros de vários géneros literários e sobre temáticas variadas. A cabine telefónica transformada em biblioteca está aberta 24h por dia. Regularmente, é feita uma verificação para se saber quais são os títulos que não têm saída. Uma vez identificados, são para uma loja de caridade, procurando-se assim manter a colecção da cabine telefónica sempre renovada.

  





NATAL NA BIBLIOTECA

18 12 2009





Escritor do mês na Cyberteca-Novembro

4 11 2009

Cá está o passatempo do “Escritor do mês na Cyberteca”, referente ao mês de Novembro. A tua tarefa vai ser identificar o(a) autor(a) do texto, bem como o título do livro. Será que és capaz?

Sabemos o quanto estavas ansioso(a) por este desafio! Então, se souberes, fazes um comentário neste post e registas a resposta, claro! O primeiro a acertar será o vencedor do Escritor do mês de Novembro na Cyberteca.

Não te esqueças de te identificar: nome, ano e turma!

“O professor era esquelético, de tez esverdeada e usava óculos de aros de tartaruga. Abriu a porta com ar austero, e não pareceu estranhar a prontidão e o silêncio com que todos ocuparam os seus lugares. Sem uma palavra, sacudiu o casaco e voltou-se para o quadro, de giz em punho, para abrir a lição.
Quando se voltou nem queria acreditar no espectáculo que se lhe oferecia! Os alunos tinham aberto os cadernos em cima das carteiras e aguardavam que falasse, na maior imobilidade.”

PISTA N.º 1- É uma escritora!

PISTA N.º 2- É mais uma escritora!






A Biblioteca Pública da cidade de Kansas/ The Kansas city public library

4 08 2009

kansas libraryEsta é uma fotografia do parque de estacionamento da  Biblioteca Pública da cidade de Kansas.

As lombadas dos livros que decoram a fachada do parque de estacionamento medem aproximadamente 7,5m de altura por 2, 70 de largura e formam uma estante de livros, deveras original. A estante gigante mostra 22 títulos de livros das mais variadas áreas e que reflectem os interesses de leitura dos habitantes da cidade.

Esta biblioteca foi fundada em 1873, possui uma vasta colecção de livros da história, incluindo materiais  originais, postais, fotografias e mapas.

Existem 9 secções desta biblioteca espalhadas pela cidade encontrando-se, desta forma, a leitura e o conhecimento  mais perto da comunidade:

informação recolhida no site The Kansas City Public Lirary





Uma Biblioteca

9 05 2009

Bonito vídeo de uma biblioteca. A cor faz lembrar a nossa…





O “Bibliocamelo”, a 1ª biblioteca móvel!

24 10 2008

Sabias que a primeira biblioteca móvel data do ano de 938? Esta biblioteca pertencia ao erudito vizir persa Abdul Kassem Ismail, que viajava com 400 camelos que carregavam os 117.000 volumes da sua biblioteca privativa para onde quer que ele fosse. E sabias que os “bibliocamelos” eram treinados para andar de forma a que os livros se encontrassem sempre em ordem alfabética?

Esta história e outras história das Bibliotecas podes encontrá-las no “Library book”, um livro que te faz uma descrição da evolução das bibliotecas desde o tempo dos “bibliocamelos” até aos nossos dias, da autoria de Maureen Sawa.

 E já imaginaste quantos camelos precisaria o vizir, hoje em dia, para transpostar os milhões de livros que ele teria em microfilme?





O “Biblioburro”, uma biblioteca móvel no século XXI!

23 10 2008

Luís Soriano, professor, natural de La Gloria, Colômbia criou o “Biblioburro” por acreditar que o acto de trazer os livros ao povo pode, de alguma forma, melhorar a vida das populações.

Acreditando nesta ideia e, com a ajuda da sua filha Susana, passou a utilizar dois burros, o Alfa e o Beto, para levar livros às comunidades rurais da Colômbia. Começou com 70 livros e, neste momento, já possui mais de 4.800.

O que começou por ser uma necessidade tornou-se rapidamente uma obrigação, depois um costume e é agora uma “instituição”. 

Semanalmente, Luís Soriano aventura-se pelos perigosos caminhos colombianos, transportando com ele as mais diversas leituras! Nas paragens que vai realizando, encontra as crianças à sua espera só para o ouvirem ler excertos dos livros que levarão de seguida emprestados para leitura domiciliária!

O projecto do professor Luís Soriano foi transmitido pela rádio e recebeu, desde então, muitos donativos. A sua luta para espalhar a leitura pelas localidades rurais das terras colombianas continua.

Um grande aplauso para Luís Soriano!