UnLove, um jogo para aprender a gerir a violência no namoro

12 02 2015

UnLove

UnLove (Desamor) é um jogo online gratuito, onde através de avatars os utilizadores podem “vivenciar e aprender a gerir situações de conflito, abuso ou violência física e psicológica entre os elementos do casal”, com o objetivo de levar os jovens a compreender a importância de “viverem relações íntimas equilibradas e relacionamentos interpessoais saudáveis” e ajudar a prevenir e a sensibilizar para a violência no namoro. O UnLove permite ao utilizador escolher se quer jogar enquanto parte de uma relação hetero ou homossexual e personificar a personagem que vai assumir durante o jogo, no qual poderá experimentar e testemunhar diferentes situações de violência no namoro.

O jogo, ainda em fase de protótipo, foi desenvolvido por estudantes do curso de Novas Tecnologias da Comunicação da Universidade de Aveiro e a sua apresentação ocorreu no Dia Internacional da Erradicação da Violência sobre as Mulheres. Pretende constituir-se como uma ferramenta de educação e promoção para a saúde e de apoio à intervenção social e educativa na área da prevenção e sensibilização para a violência no namoro.

Fonte: Jornal Público




Exposição “Aristides de Sousa Mendes: um exemplo de coragem”

10 12 2013

No âmbito da comemoração internacional do Dia dos Direitos Humanos, a 10 de dezembro e dos sessenta anos da morte do Cônsul de Bordéus, recomenda-se a visita à exposição sobre Aristides de Sousa Mendes.

cartaz_cyberteca

Nesta exposição em BD das Bibliotecas Municipais de Lisboa, evoca-se a figura do cônsul português que, contrariando as ordens de Salazar, salvou dezenas de milhares de judeus, durante a 2ª Guerra Mundial.

Na Biblioteca até 11 de dezembro.





Nelson Mandela Day

18 07 2013

mandela_dayDesde 2010, celebra-se a 18 de julho, data do nascimento de Madiba, carinhoso diminutivo de Nelson Mandela, o Dia de Nelson Mandela, uma homenagem à sua contribuição para uma cultura da paz e da liberdade.

mandela_day_001

Se quiseres saber mais sobre o líder sul-africano, clica no link para abrires a página oficial do Nelson Mandela Centre of Memory.





Dia Escolar da Não-Violência e da Paz

30 01 2013

pomba

Para assinalar o Dia Escolar da Não-Violência e da Paz, recordamos o grande poeta Eugénio de Andrade no seu poema

As palavras

São como um cristal,
as palavras.
Algumas, um punhal,
um incêndio.
Outras,
orvalho apenas.

Secretas vêm, cheias de memória.
Inseguras navegam:
barcos ou beijos,
as águas estremecem.

Desamparadas, inocentes,
leves.
Tecidas são de luz
e são a noite.
E mesmo pálidas
verdes paraísos lembram ainda.

Quem as escuta? Quem
as recolhe, assim,
cruéis, desfeitas,
nas suas conchas puras?

Eugénio de Andrade in  O Coração do Dia

Eugénio de Andrade, pseudónimo de José Fontinhas grande poeta da língua portuguesa nasceu a 19 de janeiro de 1923 e faleceu a 13 de junho de 2005.

paz





Projeto “Educar para a cidadania” – 1.ª sessão

25 10 2012

Decorreu no dia 25 de outubro a 1.ª sessão deste projeto com as turmas da EB 2, 3 de D. Pedro IV.

Em sala de aula (7.º F e o 8.º B) ou reunidos na BECRE, os alunos do 5.º E e do 5.º J foram convidados a refletir sobre o significado do termo cidadania e sobre o que é ser cidadão. 

No exterior realizou-se depois o jogo  “Caça talentos”,  para uma abordagem pela positiva das relações pessoais e interpessoais, durante o qual, o grupo-turma foi convidado a descobrir duas qualidades e um talento de cada um dos seus elementos. De mãos dadas na caça de um novo talento, os alunos “caçados” correram atrás dos colegas pelo espaço de jogo, previamente circunscrito. Depois do desassossego de cada corrida, o grupo reuniu-se à volta da Marta e da professora Odete e apontava as qualidades e os talentos dos colegas “caçados”.

O desafio proposto: referir apenas o que de melhor há em cada um de nós e dizer não à maledicência.

Adeus Marta, até à próxima sessão (8 de novembro).





Não era uma vez

16 08 2012

Uma história para pensar!





Pelos Direitos Humanos …

7 12 2010

Como resposta aos horrores da Segunda Guerra Mundial, a Organização das Nações Unidas celebra-se, a 10 de Dezembro, a Declaração Universal dos Direitos do Homem.

Para assinalar esta data, a BE/CRE recorda, este ano, e presta tributo ao diplomata português ARISTIDES SOUSA MENDES, que colocou, acima da própria vida, o respeito pelos direitos do Homem e concedeu mais de 30 mil vistos a refugiados (10 mil dos quais eram judeus) sem distinção de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição; poupando-os à tortura e a tratamentos cruéis, desumanos e degradantes tão do agrado de Hitler; a todos garantindo o direito à vida e à liberdade, o direito a gozar de asilo em Portugal.