D. Pedro parou para LER+ … o mar e a liberdade

24 04 2013

Stop! Vamos ler!

Esta foi a palavra de ordem que ecoou pela escola às horas marcadas para celebrar o livro e a leitura.
Ontem, dia 23 de abril, no âmbito do Dia Mundial de Livro e dos Direitos de Autor, a Biblioteca Escolar dinamizou  a atividade “D. Pedro Para para Ler o Mar e a Liberdade” inserida na atividade concelhia “Sintra Para para Ler”. Toda a escola parou das 9H25 às 9H40, no período da manhã e das 14H35 às 14H50, para realizar uma leitura silenciosa ou em contexto de sala de aula de textos poéticos ou em prosa, que tinham o mar e/ou a liberdade por mote.
Uma pausa letiva de 15 minutos, totalmente preenchida, com a leitura por prazer ou o prazer da leitura.
… Porque LER faz bem ao espírito e, não só …




Dia do Livro e dos Direitos de Autor

23 04 2013

23 de abril

De que esperas para começar a ler?





A D. Pedro para para ler o mar e a liberdade

22 04 2013

Comemora-se no dia 23 de abril (terça-feira) o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, dia instituído pela Unesco em 1995. Pela segunda vez, por incentivo da Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares (RBE), foi proposto a todas as escolas do Concelho de Sintra a comemoração desta efeméride, de modo a valorizar, cada vez mais, o livro e a leitura. Todas as escolas do Concelho de Sintra irão comemorar esta efeméride, dinamizando  uma atividade de leitura intitulada “Sintra Para para Ler”.

A nossa escola irá também participar. Assim, durante 15 minutos (9H25/9H40  de manhã; 14H35/14H40 à tarde)  todas as atividades escolares cessarão e toda a comunidade irá parar para ler (alunos, professores, assistentes operacionais e técnicos, encarregados de educação). Todos participarão à mesma hora na atividade. Pretende-se que seja uma leitura silenciosa e individual.

Cartaz-sintra PARA para ler 2013

Para a nossa atividade a que chamámos “D. Pedro para para ler o mar e a liberdade“, a BECRE disponibiliza na plataforma Moodle, na disciplina da Biblioteca, excertos de histórias, contos, crónicas, poemas sobre o mar e a liberdade. Também nos livros de ponto foram deixadas mensagens aos professores, procurando que todos se envolvam.

BOAS LEITURAS!





22 de abril – Dia Mundial da Terra

22 04 2013

O Rosto das Alterações Climáticas foi o tema escolhido para o Dia Mundial da Terra 2013, assinalado hoje, 22 de abril.





Dia Mundial da Terra

22 04 2013

Este doodle da Google celebra o Dia da Terra 2013, que se assinala todos os anos a 22 de abril. O Dia Mundial da Terra foi criado em 1970 pelo senador norte-americano Gaylord Nelson como forma de protesto contra a poluição da Terra, depois de verificar as consequências do desastre petrolífero de Santa Barbara, na Califórnia, ocorrido em 1969.

Inspirado pelos protestos dos jovens norte-americanos que contestavam a guerra, Gaylord Nelson, desenvolveu esforços para conseguir colocar o tema da preservação da Terra na agenda política norte-americana. Em 1970, este protesto mereceu o apoio dos norte-americanos que aderiram em massa – 20 milhões de manifestantes, 2000 universidades e 10 mil escolas primárias e secundárias –  à primeira celebração do Dia Mundial do Ambiente, numa luta sem igual pela preservação do ambiente e pela sustentabilidade do Planeta Terra

No imediatismo deste movimento de consciencialização emergiram a Agência de Proteção Ambiental (Environmental Protection Agency) e a criação de diversas leis que visam a proteção do Planeta. Em 1972, realizou-se a primeira conferência internacional sobre o meio ambiente: a Conferência de Estocolmo onde se tentou mobilizar os líderes mundiais para a defesa do Planeta Terra. Porém, este sonho ainda está por cumprir, já que apenas 55 dos países do mundo ratificaram o Protocolo de Quioto, que estabelece o compromisso de redução da emissão dos gases que agravam o efeito estufa, responsáveis pelo aquecimento global.

Por isso, todos os anos, no dia 22 de Abril, milhões de cidadãos em todo o mundo continuam a manifestar o seu compromisso pela preservação do ambiente e sustentabilidade da Terra.

Sê tu também um agente deste movimento. Pequenos gestos diários como a separação dos lixos estão ao teu alcance e fazem muito pelo ambiente. Protege-o e protege-te!





Projeto Newton gostava de ler – A arte de calcular

11 04 2013

Para a 5ª sessão do Projeto Newton, a BE concebeu um cenário rural propício à apresentação do livro que serviu de mote “200 Amigos (ou mais) para 1 vaca” de Alessia Garilli e Miguel Tanco. No espaço habitual, surgiram, em cartão, a casinha das personagens recriadas e inspiradas nas ilustrações da obra, e as miniaturas dos animais da quinta referidos: a vaca, os porcos, as ovelhas, os coelhos, os patos, os gansos, as galinhas, os pintainhos, os perus, a avestruz, enquadrados por vegetação e produtos agrícolas que tornaram mais forte a ligação à terra.

A sessão teve início, como habitualmente, com a leitura expressiva do livro (efetuada pela professora bibliotecária) que nos conta a história da vaca Carmen que vivia sozinha numa quinta e que, graças ao plano do filho dos donos da quinta, conseguiu arranjar muitos amigos. Ao longo da história, sucederam-se contas de dividir e de multiplicar, que prenderam a atenção dos alunos, motivaram a boa disposição e o interesse para os desafios que a atividade prática trazia pela mão dos monitores do Centro de Ciência Viva de Sintra.

A turma foi depois organizada em cinco grupos que, rotativamente, se empenharam na resolução dos enigmas retirados do livro “O homem que sabia contar” de Melba Tahan – “O quadrado mágico”, “A herança dos camelos”, “Oito pães e oito moedas”, “Os vasos de vinho e os três sócios” e “As 3 irmãs e as 90 maçãs”. Muita foi a animação, o entusiasmo que a discussão do enigma e a busca da solução gerou. Todos queriam ser os mais rápidos e mostrar as suas habilidades ao nível do cálculo mental.

Click to play this Smilebox slideshow

Foi com enorme prazer e muita surpresa que as professoras curriculares, a professora bibliotecária, as professoras convidadas e os monitores repararam na motivação, no entusiasmo e no desempenho dos alunos em atividades de matemática e de cálculo.





Livros e surrealismo

7 04 2013

Os livros de Alireza Darvish são o ponto de partida para criar um mundo surrealista em que os leitores e os livros sobrevivem em distintas paisagens e ambientes.

Vodpod videos no longer available.