Livros reciclados / Vasos de cultura

31 07 2010

Os livros são algo de muito precioso, tanto assim que é muito difícil separarmo-nos deles mesmo quando já são muito velhos e já não lhes vemos grande utilidade. Pensando nisso, uma empresa italiana, a Gartencultur, resolveu de forma muito original reciclar livros transformando-os em lindos vasos de flores: vasos de cultura!

Como fazer? Pega-se num livro de capa dura, faz-se um buraco e protege-se da humidade com uma cola especial. Seguidamente enche-se o buraco com terra e coloca-se a planta. O resultado é maravilhoso e bonito de se ver, especialmente para os amantes de livros e plantas.

Apreciem o projecto da Gartencultur através deste slidecast que realizámos com imagens retiradas do site da empresa!





Pelo sonho é que vamos…n.º 42

31 07 2010

E cá está a imagem do mês de Agosto. Pois é, têm um mês inteiro para comentar esta imagem.O que será que vos oferece dizer? Conseguem ler nas entrelinhas?

Boas férias para todos vós!





Pelo sonho é que vamos… resultados n.º 41

31 07 2010

Este é o comentário vencedor do passatempo nº 41 e a autora é a Gabriela Henrique do 7º D.

Parabéns Gabriela!

Na imagem eu vejo um livro, e esse livro, está em branco.
Eu vejo, também, as páginas desse livro a voar. As páginas assemelham-se a pássaros, a pombas brancas.
E a minha interpretação para essa imagem  é a seguinte:


Um livro, cujas páginas estão em branco, não representa nada. Não tem nenhum sentido, não ensina nada. Mas um livro, que está a ser preenchido, representa muitas coisa. Representa um começo, uma nova oportunidade, uma esperança, de que algo se concretizará. Um novo caminho, enfim, um princípio.
Com a nossa força de vontade e o nosso empenho, conseguimos escrever o livro, com palavras incentivadoras, que proporcionam ao leitor, dar asas à sua imaginação, mergulhando como os peixes, nos mais pequenos espaços de cada letra, no mais significante sentido de cada frase, e voando como pombas brancas no mais puro sentido da palavra PAZ.
E assim, o livro voa, juntamente com o leitor, para destinos diferentes. Pois, a imaginação é assim mesmo, não é igual a cada um, mas é igual a todos, sem limites. Por isso, escrevemos todos os dias a nossa história, dando o poder de que a imaginação precisa para voar. Como pombas brancas…


Gabriela Henrique, 7º D, 2009/10.





Museu Virtual Viana do Castelo

26 07 2010

Chegámos ao Museu Virtual de Viana do Castelo através de um comentário realizado num dos nossos posts e fomos até lá. Muito interessante e a valer a pena visitar o site e a cidade, claro! Fica aqui a ligação.

Clicar na imagem.

“O primeiro guia turístico virtual da cidade de Viana do Castelo, construído sob um processo de investigação em Turismo, com especialização em Desenvolvimento.”

Patrícia Batista Pereira





Graffiti

26 07 2010

Vamos ouvir uma musiquinha e apreciar este criativo vídeo?

Vodpod videos no longer available.





A Biblioteca Municipal de Viana do Castelo

25 07 2010

A Biblioteca Municipal de Viana do Castelo tem uma área total de 3130 metros quadrados, divididos por dois pisos. O volume da biblioteca é de cerca de 1850 metros quadrados, com um vazio central, no piso térreo, permitindo a vista sobre o rio Lima a quem se encontra a norte da estrutura obtida pela elevação do primeiro andar. Contempla uma sala de trabalho, secção multimédia, vídeo e áudio, várias zonas de leitura, uma área para o Centro de Informação e Documentação Europeia, e outra para auto-formação de adultos e aprendizagem à distância.


No piso inferior, ficam instalados serviços técnicos, gabinetes de trabalho e de consulta de especialidade, áreas de depósito e de atendimento.

No piso superior da nova infraestrutura ficam as três salas principais de leitura, designadamente a Sala Luís de Camões. As outras duas salas foram baptizadas com os nomes de José Saramago e de Fernando Pessoa.

Os mais novos contam também com um espaço próprio, que não colide com a restante área de leitura, com uma sala do conto, ateliê de expressão e zonas de leitura própria.

O edifício foi construído em betão branco, que recobre uma complexa estrutura em ferro, sendo a base em granito.

O espólio é constituído por cerca de cem mil livros e documentos do Município de Viana do Castelo, e dividido em três fundos: o de livros de consulta livre, o de periódicos e o de colecções mais antigas, este de acesso mais limitado.

in Wikipédia


Para saber mais sobre esta biblioteca do arquitecto Siza Vieira veja aqui.





Biblioteca nas praias de Melides e do Carvalhal

22 07 2010

Ora aqui está uma iniciativa para aplaudir! E que lindo o cartaz promocional desta excelente iniciativa!

São mais de 500 livros e jornais que invadiram o areal das praias de Melides e do Carvalhal. Para além de irem à água e apanharem sol, os banhistas têm à sua disposição a leitura, de 2ª à 6ª, na esplanada ou mais próximo do mar… O funcionamento da biblioteca é assegurado por jovens.