Ler muito, escrever + e melhor!

25 06 2010
Eu vou-vos contar a minha nova aventura que se passa numa máquina do tempo e que me  levou até ao século XV, em plena época dos Descobrimentos portugueses.
Eu apanhei a Nau de S. Gabriel para ir até Goa, na Índia, tendo como função ser escrivão do capitão-mor, Vasco da Gama.
Na viagem, a alimentação era fraca e por isso existiam muitas doenças a bordo, como o escorbuto que matou muitos tripulantes.
As calmarias e as tempestades impediam-nos de avançar. Finalmente, após cinco meses e três dias no mar, avistámos a Índia. Eu já só sonhava com as saborosas especiarias (pimenta, canela), as pedras preciosas, as sedas…
Goa era uma cidade tão formosa e tão rica que se vos contasse tudo o que lá vi ter-me-iam por mentiroso!
Será que conseguirei voltar a dois mil e dez? Bem, mesmo que não consiga vou deixar escritas as minhas crónicas para toda a eternidade.
O escrivão do capitão-mor Vasco da Gama ao serviço do Rei de Portugal, D. Manuel I.

Filipe Vieira, 5º E , 2009/2010

Advertisements

Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: