TEATRO NA QUINTA DA REGALEIRA

7 08 2009

tempestade

tapafurosA Quinta da Regaleira em Sintra é uma vez mais palco para os espectáculos do grupo Tapafuros. Até 13 de Setembro, transforma-se numa ilha perdida no Atlântico para contar a história de «A Tempestade», uma adaptação do clássico de William Shakespeare.

A Tempestade é considerada a última peça de William Shakespeare, datada de 1613, três anos antes da morte do dramaturgo. Conta a história do Rei de Nápoles que manda o seu irmão, Sebastião e o seu vassalo Gonçalo, organizarem um golpe de estado contra Próspero, Duque de Milão, e oferece o Ducado ao seu irmão António. Próspero e a sua filha, Miranda, são poupados à morte por Gonçalo, que os abandona no mar com um bote e um mapa dos mares. Chegados a uma ilha que se tornará a sua casa, Próspero conhece Ariel, um espírito, a quem pede que produza uma tempestade para se vingar dos seus inimigos, que, vindos do casamento da filha do Rei de Nápoles com o Rei de Tunes, passam ao largo da ilha. Todos naufragam e Fernando, o herdeiro do trono de Nápoles, apaixona-se por Miranda. Próspero castiga-o, mas ao reconhecer o amor dos dois jovens, desiste da vingança, recuperando o Ducado.

As sessões têm lugar de quinta a sábado às 22h00 e aos domingos às 21h00. Com duração de cerca de 120 minutos, o espectáculo é dirigido a maiores de 12 anos. Como é um espectáculo volante é aconselhado o uso de agasalhos (são os ares da serra…) e calçado confortável.

Fonte: http://www.tapafuros.com/tapafuros.html

Advertisements

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: