10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

9 06 2009

O dia 10 de Junho é oficialmente o Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas. Neste dia, data do falecimento de Luís Vaz de Camões, considerado o maior poeta português, relembram-se os feitos passados dos portugueses e aqueles que, hoje em dia, vivem fora de Portugal e se encontram espalhados por toda a parte do mundo.

Este ano, as comemorações do 10 de Junho têm como palco a cidade de Santarém e será aqui prestada homenagem a todos os portugueses que elevam o nome do nosso país, dentro e fora de Portugal.

Nesta data, lembramos o poema de Camões “Desconcerto do mundo” em que o poeta vê o mundo da sua época com os valores deturpados. Lê e repara como ele observa que as pessoas boas não conseguem ser felizes e são as que sofrem os infortúnios deste mundo, enquanto que as pessoas más vivem sorrindo, sempre têm sorte e se adaptam bem à realidade. Todavia  com o poeta isso não acontece, porque ele, quando erra, é castigado.

Digamos que a justiça é cega e nem sempre se aplica e embora se saiba que não é sempre assim, é bem verdade que os desconcertos continuam a acontecer, daí a grande actualidade do poema.

Ao desconcerto do Mundo

Os bons vi sempre passar

No Mundo graves tormentos;

E pera mais me espantar,

Os maus vi sempre nadar

Em mar de contentamentos.


Cuidando alcançar assim

O bem tão mal ordenado,

Fui mau, mas fui castigado.

Assim que, só pera mim,

Anda o Mundo concertado.

Luís de Camões


Anúncios