É fim-de-semana…

28 02 2009

Passatempo n.º 9

Cá está, de novo, uma tira da contestatária Mafalda. Aguardamos os vossos comentários. Não se esqueçam de se identificar.

mafaldinha





Pelo sonho é que vamos…

28 02 2009

Passatempo n.º 10

Já está! Que lindo, não é?

Faltam os vossos comentários! Vamos lá, têm até à próxima sexta-feira para participar no passatempo. Os prémios serão entregues, em breve, na inauguração da nossa BECRE!

biblioteca





Convento do Carmo – Ruínas

28 02 2009

E que tal aproveitar o dia e ir passear até Lisboa?

Quem mora na linha de Sintra pode ir de comboio até ao Rossio, subir até ao Convento Carmo, aproveitar para fazer uma visita ao museu, que possui um rico espólio arqueológico  pré-histórico, romano, visigótico e medieval e, de seguida,  apreciar a maravilhosa vista de Lisboa no Elevador de Santa Justa.

carmofoto de Américo Simas

“Mandado construir em 1389 pelo Condestável D. Nuno Álvares Pereira, o Convento da Ordem do Carmo ergue-se numa posição privilegiada, sobranceira ao Rossio (Praça de D. Pedro IV), e próxima ao morro do Castelo de São Jorge.
A igreja do convento, que já foi a principal igreja gótica de Lisboa, ficou em ruínas devido ao Terramoto de 1755 e é uma das principais marcas deixadas pelo terramoto ainda visíveis na cidade. O convento eventualmente passou a ser uma dependência militar e, durante a Revolução dos Cravos, foi no quartel do Carmo que o Presidente do Conselho do Estado Novo, Marcelo Caetano, se refugiou dos militares revoltosos. Actualmente as ruínas são sede do Museu Arqueológico do Carmo.”

in Guia da Cidade





Escritor do mês na Cyberteca – Fevereiro 2009

24 02 2009

E o vencedor do passatempo é…

a Luísa Marques da TURMA 6º I!

A Luísa foi a primeira a responder acertadamente às duas perguntas que foram colocadas e ganha, pela segunda vez consecutiva, este passatempo(A Luísa foi também a vencedora no mês de Janeiro)!

Autor: Alves Redol

Livro: A vida mágica da sementinha

“Post on line” e, de imediato, o comentário certeiro da Luísa. Muitos parabéns!

Um grande  aplauso para ti, por seres uma leitora tão atenta do nosso blog.





Eu já li e recomendo a leitura…

22 02 2009

Título: Uma aventura no supermercado

Autor: Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

Eu gostei muito deste livro. Apesar de ser “grande”, cria entusiasmo  no leitor e acabei por ler o livro todo, a sério!

Adorei a parte em que o homem do supermercado saiu do seu esconderijo e mostra a seringa para dar uma vacina ao Pedro e à Teresa.

Adorei o livro que li!

Caio, 5º D





Elevador do Lavra

22 02 2009

E que tal aproveitar o dia de sol domingueiro, ir passear até Lisboa e andar no eléctrico mais antigo de Lisboa?

O Elevador do Lavra fica situado na Calçada do Lavra, em Lisboa e é propriedade da Companhia de Carris de Ferro de Lisboa.

Inaugurado a 19 de Abril de 1884, tem mais de 120 anos de existência. Sobe uma encosta onde se destacam os prédios setecentistas, ligando o Largo da Anunciada (a este da Av. da Liberdade) e a Travessa do Forno do Torel, numa extensão de 188 metros.

O funicular foi construído pelo engenheiro português Raoul Mesnier du Ponsard.

É o elevador em funcionamento mais antigo de Lisboa e, no início, cada viatura tinha capacidade para 24 passageiros.

Encontra-se classificado como Monumento Nacional desde Fevereiro de 2002.

Chegados ao cimo da encosta é só caminhar até ao jardim do Torel onde podem admirar a magnífica vista de Lisboa!

Não se esqueçam da máquina fotográfica!

Nota: Funicular é um carro de cabos que circula sobre carris.





Museu da Carris – visitas guiadas

21 02 2009

Ora aí está outra maneira de passar o Carnaval!

21 Fev | 15h


“Integrado nas comemorações do décimo aniversário do Museu da CARRIS, vão sair à rua, sábado,museu-carris1 dia 21, três carros eléctricos antigos deste Museu, que contarão com a presença da Olisipógrafa Marina Tavares Dias, a qual efectuará uma “visita histórica guiada” no percurso da carreira 15 de Eléctricos.

Às 15 horas, o passeio dos eléctricos históricos 2, 535 e 802 sai de Santo Amaro rumo à Baixa, indo, depois, a Belém com regresso a Santo Amaro, deixando para trás uma viagem que promete ser inesquecível.

Qualquer interessado pode embarcar num dos três eléctricos históricos, apenas mediante o pagamento do bilhete de ingresso no Museu, podendo, assim, passar uma tarde diferente, passeando em veículos com largas dezenas de anos, fazendo uma verdadeira viagem na história.”

in Agenda Cultural da Câmara Municipal de Lisboa

O ingresso inclui visita ao Museu da CARRIS e passeio.
Desfile de três eléctricos antigos do Museu da CARRIS.
Passeio organizado até ao limite da lotação de cada veículo!

Boa Viagem!

Nota: Olisipógrafa é o nome dado aos historiadores de Lisboa.