DIA DO PATRONO – 29 de ABRIL

27 04 2008

Já lá vão 10 anos! Publicamos aqui o Despacho nº. 5016/98 (2.ª série), que conferiu à Escola a legitimidade da sua identidade.

Mas por que motivo comemoramos o aniversário da Escola no dia 29 de Abril? Bem, porque foi aos 29 dias do mês de Abril de 1826 que se efectuou a entrega da Carta Constitucional da Monarquia Portuguesa pelo Rei de Portugal e Algarves Dom Pedro, Imperador do Brasil.

Associando-se às actividades comemorativas desta data, a Biblioteca oferece uma exposição biográfica que será inaugurada pela Família Real, às 9H30 do dia 29. Ao longo do dia, poderás visionar a gravação da peça de teatro “D. Pedro e a sua Real Família” apresentada pelo GTDP no ano lectivo de 2005/2006.

 

Parabéns à Escola e a toda a comunidade educativa!

Entretanto e porque conhecemos pessoalmente a Família Real … podemos mostrar-vos aqui algumas das fotos do Dia do Patrono. Esperamos que gostem!

 





À CONVERSA COM A DR.ª IVA DELGADO

22 04 2008

No âmbito das comemorações do 25 de Abril, a BE/CRE em articulação com o Departamento de Ciências Sociais e Humanas, convidou a Dr.ª Iva Delgado, filha do “General sem Medo”, que, prontamente, se disponibilizou a partilhar com os nossos alunos algumas histórias, que tem recolhido nas suas muitas visitas a estabelecimentos de ensino e prisões, sobre os dramas vividos durante a ditadura salazarista.

‘Tenho imensas histórias para contar’ – disse.

E contou. Contou histórias dramáticas que falam da falta de liberdade de expressão, do medo que atormentava e calava as populações e da repressão exercida pela PIDE.

Para terminar a sua intervenção e antes de ouvir as questões que os alunos tinham para colocar, declamou um poema que Alexandre O’Neill dedicou ao General:

Perfilados de medo, agradecemos

o medo que nos salva da loucura

Decisão e coragem valem menos

e a vida sem viver é mais segura.

Aventureiros já sem aventura,

perfilados de medo combatemos

irónicos fantasmas à procura

de que não fomos, do que não seremos.


Perfilados de medo, sem mais voz,

o coração nos dentes oprimido

os loucos, os fantasmas somos nós.


Rebanho pelo medo perseguido,

já vivemos tão juntos e tão sós

que da vida perdemos o sentido…

Leia o resto deste artigo »





PILHAS DE LIVROS!

12 04 2008

A BE/CRE está a participar na actividade de recolha de pilhas do Modelo Bonjour. Acontece que a Escola que mais pilhas recolher recebe livros no valor de 1000 euros, à sua escolha. Para além de revelares uma atitude amiga do ambiente, demonstras que és amigo do Livro.

Vamos recolher pilhas e colocá-las nos pilhões colocados à entrada dos pavilhões.

Vamos trocar pilhas velhas por livros novos!





BOOKRING/23 de Abril, Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor

10 04 2008

23 de Abril é o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, instituído pela UNESCO, em 1996, em honra de Cervantes e Shakespeare que faleceram neste dia, em 1616.

Para comemorar esta data, a BE/CRE vai abrir vários BOOKRINGS (livros que circulam) e, para participarem, os alunos, professores e encarregados de educação terão que se inscrever na BE/CRE, na lista do livro que pretendem ler. De acordo com a ordem de inscrição, o 1.º bookringer leva o livro e lê-o num prazo de 8 a 15 dias(se conseguir ler em menos tempo melhor!) e, logo que o acabe, entrega-o ao 2º nome da lista e assim sucessivamente.

O Bookring termina quando se chega ao final da lista e o livro regressa ao seu proprietário. Se alguém não conseguir ler o livro no tempo estipulado, deve entregar o livro ao leitor seguinte da lista e recolocar o seu nome no final da lista.

À medida que os leitores acabam de ler os livros devem registar o seu comentári, sobre os mesmos, neste “POST” do BOOKRING de modo a que possamos construir um Bookring News. De acordo?


Livro 1 – “O livro que falava com o vento e outros contos”, de José Jorge Letria

Este livro é uma declaração de amor aos livros, à leitura e às personagens que habitam os textos …

Livro 2 – “Alex Ponto Com”, de José Fanha

Alex desaparece misteriosamente de casa numa noite em que estava entretido com um jogo de computador. Em busca de pistas, alguns colegas de Alex e um professor vão consultar os documentos do seu computador, desaparecendo também de forma incompreensível…

Livro 3 – “História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar”, de Luís Sepúlveda.

Esta é a história do gato Zorbas. Um dia, uma formosa gaivota apanhada por uma maré negra de petróleo deixa ao cuidado dele, momentos antes de morrer, o ovo que acabara de pôr…

Livro 4 – “O gato malhado e a andorinha Sinhá”, de Jorge Amado

Esta é a história de um gato que se apaixona por uma andorinha causando estranheza em todos os outros animais que habitavam um parque. A Andorinha está prometida ao Rouxinol mas, ao mesmo tempo, incentiva o amor do Gato. Acontecem juras, o Gato escreve poemas, eles passeiam juntos enquanto as outras personagens condenam o amor impossível…

Livro 5 – ” A Pérola” de John Steinbeck

A Pérola é a história de uma família índia, que vive na pobreza: Kino, sua mulher, Juana, e o seu filho chamado Coyotito…

Livro 6 – ” O Papalagui” – Discursos do Chefe da tribo Tuiavii

O livro baseia-se nos discursos de um chefe de tribo: tiavéa de tuiavii. A simplicidade, ingenuidade do seu pensamento, faz com que qualquer pessoa pense de facto no que ele afirma…

JÁ SE PODEM INSCREVER NA BE/CRE!

O BOOKRING COMEÇA DIA 23 DE ABRIL!





25 de Abril

9 04 2008

Em 25 de Abril de 1974, o Movimento das Forças Armadas(MFA) derrubou o regime de ditadura que se viveu em Portugal durante 48 anos. O MFA tinha como objectivos acabar com a opressão e com a Guerra Colonial, restaurando a democracia e a liberade. A 1ª senha para o início das operações militares aconteceu às 22:55, aos microfones dos Emissores Associados de Lisboa com a canção “E depois do adeus” de Paulo de Carvalho. A 2ª senha Grândola Vila Morena é transmitida pela Rádio Renascença às 00:20, no programa Limite e foi o sinal para os militares de que tudo estava bem e se avançava com a revolução.

Ao alvorecer do dia 25 de Abril, o povo veio para a rua manifestar o apoio aos militares e ao MFA e, num gesto de agradecimento, colocou-lhes cravos nos canos das espingardas, daí a Revolução do 25 de Abril ter ficado conhecida como a Revolução dos Cravos.

A canção Grândola, vila morena , de autoria do cantor, músico e professor Zeca Afonso soltava-se das gargantas até então amordaçadas e ficou, para sempre, ligada a este acontecimento histórico.

As actividades comemorativas do 25 de Abril organizadas pela BE/CRE constam de:

Exposição de Cartazes do 25 de Abril, nos corredores do pavilhão F9, de 21 a 29 de Abril;

Encontro com a Dra. Iva Delgado, filha do General Humberto Delgado, no dia 22 de Abril, pelas 15:10, na sala F09;

Passagem de filmes sobre o 25 de Abril (horário disponível em breve);

Música de intervenção nos intervalos durante toda a semana;





VAMOS AJUDAR A EQUIPAR UMA BIBLIOTECA EM BISSAU?

8 04 2008

De acordo com as Nações Unidas, a Guiné-Bissau é um dos cinco países mais pobres do mundo. São graves as carências, nomeadamente no que respeita à educação e à cultura, pois a nível nacional nem sequer dispõe de uma Biblioteca que sirva de apoio aos jovens estudantes, aos professores, a técnicos de diferentes áreas e ao público em geral.

Porque a “biblioteca é o principal meio de dar a todos o livre acesso ao tesouro dos pensamentos e das ideias“(Prates, MC), aceitámos colaborar com as disicplinas de Educação Moral e Religiosa – Católica e Evangélica -, e divulgar esta campanha e a todos pedir uma ajudinha na construção de uma biblioteca.

Se quiseres e puderes, podes trazer:

  • livros e materiais escolares;
  • revistas temáticas, dicionários;
  • livros religiosos para crianças, jovens e adultos;
  • livros técnicos nas áreas de Administração, Contabilidade, Medicina, Direito, Economia, Informática, Psicologia, entre outros…

(…)

Lusofonia cultural é a História Universal.

Muitos foram os países, outros tantos os poetas,

a História ganhou raízes, o mundo criou profetas.

Neste universo desigual, a palavra é a promessa…

Crer no “projecto” e na “obra” é a nobre condição:

Fraternidade cultural será a melhor solução.

A espera pode ser longa, o futuro não tem pressa.

Nazaré Cunha

Os materiais que conseguirmos angariar serão entregues à ABLA (Associação de Beneficiência Luso-Alemã) que os fará chegar à Guiné.

Colabora! Partilha com os outros o que tens de sobra.

Deposita o teu donativo no pavilhão B, na caixa colocada à porta da Biblioteca.





CULTURAS DA MINHA RUA /CULTURES ON MY STREET

8 04 2008

Neste ANO EUROPEU DO DIÁLOGO INTERCULTURAL, a União Europeia desafia-TE/ desafia-O a pegar na máquina fotográfica, sair para a rua e fotografar o que para TI/SI representa o diálogo intercultural (pessoas a conversar, a brincar, a rir, a rezar, a conviver). Não há limites à tua imaginação. Sente-te livre para trabalhar a imagem, fazer colagens/montagens… enfim vai até onde a tua imaginação te levar.

Os trabalhos a concurso, até um máximo de três fotos por participante, terão que ser submetidos até 30 de Junho de 2008.

Depois de serem submetidos, qualquer um pode visitar o site oficial do concurso para votar. Convence os teus familiares e amigos a votar para te colocarem no topo.

Os prémios são fabulosos!

1.º prémio – uma máquina fotográfica digital CANNON EOS 5 D (profissional) e uma viagem de 6 dias a três capitais europeias (dois dias/cidade). Preço aproximado de 5000€.

2.º prémio – uma máquina fotográfica digital NIKKON D 300 (profissional) e uma viagem de 4 dias a duas capitais europeias (dois dias/cidade). Preço aproximado de 3000€.

3.º prémio – uma máquina fotográfica digital PENTAX K 10 D e uma viagem de 2 dias a 1 capital europeia. Preço aproximado de 2000€.

Também o vencedor da votação on-line receberá uma máquina fotográfica digital OLYMPUS E3 e uma viagem de 6 dias a três capitais europeias (dois dias/cidade). Preço aproximado de 5000€.

Todos os vencedores serão convidados para a cerimónia de entrega de prémios que acontecerá no mês de Setembro em cidade a indicar.

Os participantes devem:

  • residir no espaço da UE;
  • registar-se no concurso mediante o preenchimento do formulário oficial;
  • submeter os trabalhos e fazer o upload no formulário oficial de entrada;
  • atribuir um título aos trabalhos e redigir uma pequena explicação num máximo de 150 palavras;
  • guardar uma cópia dos trabalhos enviados, porque não serão devolvidos;
  • assegurar-se que os fotografados autorizam a divulgação das imagens mediante um consentimento escrito.

ÉS CIDADÃO DA EUROPA. PARTICIPA!





2 MESES ENTRE VÓS

8 04 2008

Há dois meses que estamos no cyber espaço e são já muitos aqueles que estiveram entre nós. Da observação do mapa, concluímos que os nossos amigos brasileiros são os que mais vezes acedem ao nosso blog, mas tivemos visitas de italianos, espanhóis, peruanos, moçambicanos e até americanos! Entretanto, o nosso contador não pára e o número de visitantes ultrapassa já 2000, uma média de 1000 por mês.

Obrigado!

Podemos verificar também que os dias com mais visitantes foram 12 e 31 de Março e 4 de Abril. Nos dois últimos dias, os visitantes chegaram até nós através dos sites da Escola e da APEE. Os visitantes também já chegam digitando “cyberteca” no motor de busca!





VAMOS DAR UM NOME À MASCOTE DA APEE!

5 04 2008

A Associação de Pais e Encarregados de Educação criou uma mascote(bem gira por sinal!) e agora a BE/CRE vai ajudar a encontrar o nome certo para ela. Assim e depois de se ter realizado uma primeira auscultação a alunos, encarregados de educação e professores foram seleccionados 6 nomes que serão sujeitos a votação nos dias 28 e 29 de Abril. Todos os alunos poderão votar desde que se apresentem na BE/CRE munidos do cartão da escola. Os E.E. também o poderão fazer identificando o nome do seu educando.

Vejam lá se não é tão engraçado? E que nome lhe daremos?

Tino Tudo-mal? Pintas? Tecno? Docas? Pedro Aulas? O Edukas?

ÚLTIMA HORA!

A afluência às urnas foi grande e o nome vencedor foi “O EDUKAS”!

Olhem só como ele está feliz!

 





TROCA DE LIVROS

3 04 2008

Está a decorrer na BE/CRE até dia 9 de Abril a TROCA DE LIVROS. Esta actividade tem por objectivo a troca de livros usados, a troca de leituras. Os alunos e professores trazem de casa livros usados que já não lhes interessam, colocam-nos na mesa da feira e levam outro em troca. Nos intervalos é uma verdadeira “barafunda”, no bom sentido, para tentar encontrar o livro desejado. Neste momento estão disponíveis, entre outros, os seguintes títulos: “Os Fantasmas de Pessoa” de Manuel Jorge Marmelo, “Eusébio Macário” de Camilo Castelo Branco e Criadores de sonhos, uma antologia dos melhores autores e ilustradores infanto-juvenis.